Menu
Saulo e Tuca os mais novos embaixadores de Irmã Dulce!
Publicada no dia 20/08/2019 às 15h08

Os cantores Saulo e Tuca são os mais novos Embaixadores de Irmã Dulce. Eles receberam o título na tarde desta quarta-feira (14), das mãos de Maria Rita Pontes, superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), no auditório do Centro de Ensino e Pesquisa Professor Adib Jatene (CEPPAJ), em uma cerimônia marcada pelo mútuo afeto entre os artistas e a instituição fundada há 60 anos pelo Anjo Bom da Bahia. A OSID confere a homenagem a personalidades que abraçam o legado de amor de Irmã Dulce em benefício dos mais necessitados, exatamente como vêm fazendo Saulo e Tuca, que há anos cultivam uma relação de amizade e parceria com a entidade, apoiando suas campanhas e projetos.

Estes laços de puro afeto agora se inscrevem na história de uma instituição reconhecida por seus valores fraternos. Na Casa do Anjo Bom, os cantores baianos entraram “pela porta da solidariedade” para encontrar nas Obras de Irmã Dulce “uma nova família”, como enfatizou Maria Rita. Desde 2002, Tuca tornou-se Sócio-Protetor das Obras, contribuindo anonimamente pela sua manutenção através do programa que tanto ajuda a divulgar. Entre as ações solidárias, destaque também para a doação de peças de sua coleção de roupas para a Loja Irmã Dulce, gerando receita para a instituição. O artista ainda levou música e alegria para o público atendido nas Obras Sociais, por meio de programas como Dulce em Som – tardes musicais dedicadas aos pacientes oncológicos, e Sarau Dulce, projeto que utiliza a arte como instrumento de promoção da alegria e de auxílio na recuperação dos pacientes mirins internados no Hospital da Criança (HC) da OSID. Mais recentemente, o cantor encontrou outra forma de ajudar também as crianças internadas no HC, participando do Projeto Trilhas Ebateca 2019, que direcionou toda a renda da bilheteria do espetáculo de dança à unidade de saúde.

Já Saulo, vem desde 2013 escrevendo um lindo capítulo de solidariedade em prol das Obras da Mãe dos Pobres, seja fazendo shows ou participando de programas beneficentes, como a campanha Eu Sou um Anjo Bom da Bahia, em benefício da construção de um novo banco de sangue e de uma unidade de hemodiálise para a instituição. A OSID também contou com sua parceria em muitos outros momentos, tanto para ajudar a divulgar o Panetone Irmã Dulce – uma das principais fontes de recursos do Centro Educacional Santo Antônio (CESA), quanto através de sua música, a exemplo de apresentações inesquecíveis, como no aniversário de um ano do Sarau Dulce.

“Nossa gratidão aos embaixadores de ontem e de hoje por assegurar que nunca abandonemos a esperança, fazendo da fé uma companheira constante nesse milagre diário que são as Obras Sociais Irmã Dulce”, disse Maria Rita aos homenageados. “Como o sal da terra e a luz para o mundo, vocês, através de vossos gestos de generosidade, guiam também outros a uma verdade incontestável, já há muito anunciada pela Bem-Aventurada: ‘Se houvesse mais amor, o mundo seria outro; se nós amássemos mais, haveria menos guerra. Tudo está resumido nisso: Dê o máximo de si em favor do seu irmão, e, assim sendo, haverá paz na terra’”, declarou a superintendente lembrando um dos mais belos pensamentos do Anjo Bom.

Discípulos do Amar e Servir - Saulo e Tuca não contiveram as lágrimas. Diante da plateia que lotou o auditório, eles lembraram a importância dos valores humanos – que tanto refletem o espírito da Mãe dos Pobres – em sua suas trajetórias pessoais: ”Desde que nasci, me vejo nesse caminho de amor, e agora espero fazer jus a essa responsabilidade imensa de levar o nome de Irmã Dulce. Quero falar aos meus filhos sobre ela, quero deixar essa chama sempre acesa. Muito obrigado por esse momento esplendoroso em minha vida”, disse Saulo comovido. Tuca lembrou a intenção de sua mãe, dona Wanda, ao levá-lo à presença de Irmã Dulce, “a mulher maravilhosa” e forte, que iniciou uma obra grandiosa em favor dos mais necessitados em um humilde galinheiro. “Não tenho palavras para agradecer. Estou muito feliz”, revelou o cantor.

Em meio ao sentimento de gratidão, os mais novos embaixadores de Irmã Dulce resolveram que melhor seria retribuir o carinho e o reconhecimento das Obras Sociais do jeito que mais gostam: com música. Lado a lado, improvisaram um repertório que ganhou coro da plateia formada por colaboradores da entidade. No show intimista com voz e violão, cantaram o “Rei” (Como é Grande o Meu amor por Você), Cássia Eller (Por Enquanto) e desfilaram muitos hits: EvaAnjoTão SonhadaÊ, SaudadeMilla e Praieiro. Por fim, os artistas declararam seu amor por Irmã Dulce cantando Alecrim Dourado, uma das canções que a freira baiana gostava de cantar com os inúmeros “filhos” criados por ela no Orfanato Santo Antônio, em Simões Filho, hoje o Centro Educacional Santo Antônio.

Agora, Saulo e Tuca se juntam ao time de benfeitores da casa, que, entre seus membros recentes, tem ainda a cantora e compositora Margareth Menezes, madrinha da campanha Diga Sim pra Irmã Dulce, de incentivo às doações através do programa de notas fiscais; e o acordeonista, cantor e compositor cearense, Waldonys, que também é paraquedista e piloto de acrobacias aéreas, além de profundo admirador da trajetória do Anjo Bom. No dia 20 de outubro, em Salvador, os quatro mais novos embaixadores de Irmã Dulce estarão reunidos na Arena Fonte Nova durante a primeira celebração no Brasil pela canonização da freira baiana.

Fonte: www.irmadulce.org.br
Facebook Instagram Twitter YouTube Google+
Banner | Tuca
Tuca Fernandes
Elementar
2015 - 2019. Tuca Fernandes. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital